PARANOA PARQUE

ITAPOÃ

PARANOÁ

Top mais NPP

Brasilia

Você está aqui

Oito imóveis do Paranoá Parque serão retomados

A CODHAB entregou, nesta quinta-feira (3), à Caixa Econômica Federal, os oito primeiros processos para retomada de imóveis do empreendimento Paranoá Parque. É a primeira vez, no Brasil, no âmbito do programa Minha Casa Minha Vida (no caso do Distrito Federal, do Morar Bem) que unidades imobiliárias subsidiadas por programas habitacionais serão devolvidas ao Poder Público para serem ofertadas a outros candidatos.
“Essas pessoas estão perdendo seus imóveis por desvio de finalidade. O governo subsidia as unidades para facilitar a vida de quem realmente precisa”, explicou o diretor Imobiliário da CODHAB, Jorge Gutierrez. Entre as regras para os compradores de imóveis de programa habitacional público está a de que é proibido vender, alugar ou ceder o imóvel por, no mínimo, dez anos.
De acordo com Gutierrez, a retomada abre precedentes para novas ações desse tipo, em todas as unidades da Federação. “Esperamos, com isso, coibir novos desvios e incentivar outros estados a dar início ao processo de retomada. Porque fica claro que as pessoas que vendem ou alugam não estão precisando de moradia. Então vamos retomar esses imóveis e ofertá-los para outras que estão aguardando na lista da Companhia”, explicou.
De posse dos processos, a Caixa Econômica Federal irá entrar em contato com os residentes dos imóveis por meio de uma carta, informando sobre o desvio de finalidade e o prazo para a pessoa desocupar a residência. Caso o prazo não seja cumprido, a CODHAB irá, junto à Caixa, fazer a retomada dos imóveis com o auxílio da Polícia Militar e dos Bombeiros, e caso necessário, de um caminhão de mudança, para que a desocupação aconteça.
O processo de retomada começa com as Vistorias de Ocupação de Imóvel (VOIs), realizadas pela Gerência de Fiscalização da CODHAB. O proprietário, em caso de suspeita de desvio de finalidade, é notificado para comparecer à CODHAB e provar se mora ou não no imóvel. Caso não comprove, são feitas mais algumas investigações pela Companhia e a pessoa se torna desabilitada no programa habitacional, não podendo mais participar dele.

FONTE: CODHAB
por: ALEX ALVES

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. Penso da mesma forma se alugar ou vender não precisa dou meu apoio a iniciativa dos órgãos competentes de retomar e entrega para quem precisa realmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o que mais tem é gente que não precisa desses apts.Concordo plenamente com vcs.

      Excluir
  2. Tem que ver tbm ,aqueles que nunca vem no apto,tem moradores que veio no apto algumas vezes so pra ver como esta,sinal que tem onde morar.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com vcs, tem gente alugando outros só vem de vez enquanto no apartamento, isso tudo acontece e, todos os síndico sabem disso e não fazem nada! Se eles enviassem para a Codhab os relatórios de quem aluga ou não mora, a lista de retomadas de apartamento seria bem maior.

    ResponderExcluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Curtir ALEX ALVES

ALEX ALVES

Postagem em destaque

Falta de Paradas e ônibus lotado, é o que os moradores da cidades coirmãs do Paranoá enfrentam todos os dias!

Nesta quarta-feira (25) mostramos a realidade de muitos moradores que utilizam o transporte público no Paranoá, mostramos que as cidade...

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Postagens mais visitadas

Vizualizações